domingo, janeiro 21, 2007

Olhe...

Os namoros chegam quase todos àquela fase em que se confrontam olhos nos olhos, namorados e famílias. Quando estes encontros são frequentes e existe mais do que os cumprimentos às chegadas e às partidas e se aventuram por diálogos, há uma fase destes que ainda não consegui encarar de forma satisfatória.
Quando, por exemplo, queremos chamar a mãe da nossa namorada, como é que isso se faz de forma que pareça normal?
Imagine-se a situação de estarmos numa situação em que precisamos de falar com ela, mas não mantemos contacto visual, como é que se chama a atenção?
O chamar a senhora por "Dona" é praticamente o equivalente a ficarmos com um risco em cima do nome, a menos que seja porteira ou empregada de limpeza...
O tratar pelo nome dá uma noção de confiança equivalente a colegas de carteira na escola.
Colocar "senhora" antes do nome só se aplicará se existir algum grau monárquico envolvido.
Se a senhora for, por exemplo, professora universittária, como é que se faz? Professora? Doutora?
O que opto mais vezes por fazer é por evitar construções frásicas em que tenha que incluir uma particula chamativa.
Parece que este é um problema que assola mais do que a minha pessoa, alguém tem sugestões brilhantes?

4 Comments:

Blogger Fuzhong! said...

o mundo é mais simples do que parece.

12:20 da manhã  
Blogger Betty said...

A namorada poderá dar uma ajuda e dizer como a mãe gosta de ser tratada.

10:38 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

e qd o namorado não dá ajuda? e só diz: por Dona parece a porteira, por Dra não fica bem, pelo nome não gosto de ouvir....
Afinal como é q devemos tratar os progenitores do nosso companheiro amigo?
As minhas tácticas:
1ª Evitar chamar
2ªQd não há solução e temos mesmo q chamar iniciamos a frase a meio.
3ªTelefonar com o nº identificado, mesmo q a pessoa se encontre na mesma casa.
4ª....acho que o meu incosciente já desenvolveu tecnicas altamente elaboradas para conseguir contornar o problema
...afinal, já há 10 anos que não chamo nada, e continuo a manter um dialogo !!!!

8:19 da tarde  
Anonymous Catia said...

Eu cá acho que se deve tratar pelo nome da pessoa! Foi assim que foi baptizada!!! Não há cá Dra, Enfª, Engª, Dona, Senhora, etc... é tão simples tratar pelo nome próprio...! E as pessoas adoram!!! Experimenta!!! Vais ver que só custa a primeira vez... ;)

6:27 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home